Troquei o Presidente pela Rainha...

22:28:00

Faz amanhã dois meses que embarquei num voo com destino a Londres.
Não vim de férias, não vim fazer nenhuma formação, nem é mais um destino temporário, como foram Bruxelas e Amesterdão.
Vim "com a casa às costas" - Mudei-me.



Ainda não é fácil falar sobre isto, sobre o que sinto, sobre o que deixei para trás e sobre o que espero do futuro. Mas estou aos poucos a tentar retomar a minha vida normal, ou a tentar alcançar uma normalidade relativa!
O blogue e o projecto BGLF têm estado adormecidos e está na altura de os acordar!!!

Estive ausente porque, como devem calcular, não é nada fácil mudar a nossa vida. A decisão de mudar para a Inglaterra foi tomada há 6 meses, mas a vontade já existia há pelo menos 20 anos. Sim... Era um dos meus objectivos desde miúda, sem dúvida o maior de todos!

Nos últimos anos tenho trabalhado com determinação extra para fazer isto acontecer e cá estou!

Estes meses não têm sido fáceis. Tenho oscilado entre extremo cansaço e muita determinação, muitas lágrimas e muita alegria, muita coragem e muito medo.

Digo medo porque não há nada mais assustador do que realizar um sonho. Um sonho grande. A nossa cabeça enche-se de dúvidas. Será que vai correr bem? Será que me vou arrepender?

É um risco grande. Não se trata apenas da minha vida, mas também a da minha filha, que entretanto fez 16 anos. Estamos as duas num país não muito distante mas muito diferente, onde não temos família e onde (ainda) não temos amigos.

A família e amigos são sem dúvida o que mais custa deixar para trás... Felizmente existe o WhatsApp e o Skype, mas claro que não é a mesma coisa.

Como emigrante posso dizer que fui/sou privilegiada em vários aspectos, sim. E isso facilita as coisas e o risco foi calculado, na medida do possível.

Candidatei-me a um lugar no escritório de Londres, a sede da empresa onde já trabalhava há nove anos em Lisboa.
Apesar de não ser exactamente a mesma função, a adaptação tem sido fácil. Por continuar na mesma empresa, continuo a ter facilidade em falar com amigos e colegas em Lisboa, o que facilita muuuuuito as coisas.



A empresa apoiou-me na mudança, na procura de casa e de escola... Sem todo o apoio que me foi oferecido talvez nem tivesse vindo. Não agora pelo menos.

Há tanta gente que emigra sem emprego, que chega cá e tem de alugar um quarto porque não pode sequer dar-se ao luxo de ter o seu próprio cantinho.

Eu não vim porque procurava um emprego melhor (na verdade dei um passo atrás). Não vim porque queria ganhar mais dinheiro (segundo as minhas contas deve ir dar ao mesmo que em Portugal). Não vim à procura do amor da minha vida (quando ele quiser aparecer, aparece em qualquer sítio!).

Vim porque sempre quis viver no Reino Unido durante algum tempo. Porque sempre me interessei pela cultura e porque me identifico com muita coisa. Vim porque queria uma experiência diferente. Porque podia aprender coisas diferentes. Fazer coisas diferentes.

Não acho que estar aqui seja melhor ou pior que Portugal. É simplesmente diferente.
Portugal não é perfeito, e a Inglaterra também não. Mas esta vai ser a minha casa durante algum tempo!

Espero poder voltar a publicar com mais frequência e trazer-vos mais novidades nos próximos tempos. Pelo menos vou tentar!

Sigam-me no Facebook e no Instagram para sentirem um pouco da minha nova vida!

Beijinhos!!!

Instagram - Big Girls Love Fashion Too
Instagram - Carolina



You Might Also Like

0 comentários